Gravadoras MusikCity gravadoras parceria Gravação masterização letristas arranjos musicais registro de musica novos talentos parada de sucessos radialistas Radios ao vivo online tvs cantores e bandas videos flash back turismo cidades

MUSICANOSSA


Musicanossa
O movimento Musicanossa foi fundado em 1967 pelo jornalista Armando Henrique Schiavo e pelo hoje maestro Hugo Bellard, na época pianista de jazz e bossa.
Visava reunir os grandes nomes da Bossa Nova.

Tudo começou na rua Lucio de Mendonça 33 apto 202, na Tijuca.
O hoje maestro Hugo Bellard, então com 18 anos, tinha um grupo chamado Forma 4 de Jazz e Bossa Nova.
Armando Henrique era primo do baterista do grupo (Helio Schiavo), e sempre assistia aos ensaios que eram nos fundos da casa do Helio, também na rua Lucio de Mendonça 35..Armando Henrique então propos a Hugo, que era pianista de jazz e bossa nova e estudava orquestração na Pro Arte, a visitarem todos os nomes da bossa nova que estavam no Brasil. A intenção de Armando Henrique era resgatar a bossa nova, que estava estagnada no Brasil.



PRIMEIRO CONVIDADO

ROBERTO MENESCAL, autor de "O Barquinho"
Hugo Bellard aceitou o desafio, e o primeiro visitado pelos dois foi Roberto Menescal, em Copacabana. Este deu dezenas de telefones a Hugo e Armando, e os dois partiram visitando um a um, tentando reuní-los para uma nova fase da Bossa Nova. Todos aceitaram, exceto Vinicius de Morais, que foi visitado na Rua Faro mas declinou do convite.

PRIMEIRAS REUNIÕES

Paulo Sérgio Valle ofereceu sua casa no Leblon a Hugo Bellard e Armando Henrique, para as reuniões.
E lá chegaram Roberto Menescal, Pingarrilho, Marcos Vasconcellos, Beth Carvalho que na época cantava Bossa Nova, Mario Telles, João Donato, Ronaldo Boscoli, Rosinha de Valença, Antonio Adolfo e o Trio 3D, Nara Leão, Mario Castro Neves e Oscar Castro Neves, Claudia, Momento 4, Taiguara, Chico Batera, Rildo Hora, Maurício Einhorn, Johnny Alf, Franklin da flauta, Paulo Moura, Quarteto em Cy, Lucio Alves, Ugo Marotta, Lindolfo Gaya, Márcia, Don Salvador, e muitos outros nome da Bossa Nova e do Jazz que moravam no Brasil.




OS SHOWS DO MOVIMENTO

O movimento passou a se chamar MUSICANOSSA, e foi sub-dividido em três grupos, cada um com um diretor musical e arranjador: Antnio Adolfo, Roberto Menescal e Hugo Bellard. O baterista Paschoal Meirelles entrou para o grupo de Hugo Bellard, que se chamava Forma 4. Aurimar Rocha, dono do Teatro Santa Rosa, ofereceu o teatro para as apresentações, uma vez por semana.

NOVOS NOMES FORAM SE JUNTANDO

O movimento começou a ficar falado no meio musical, e muitos novos artistas apareceram e se juntaram ao movimento. Entre eles: Milton Nascimento recem chegado ao Rio, Toninho Horta, Egberto Gismonti, Wagner Tiso, Tiberio Gaspar, Joyce. Logo em seguida Marcos Valle, autor de "Samba do Verão" com seu irmão Paulo Sérgio Valle, recém chegado dos Estados Unidos, também aderiu ao grupo.

GRAVADORAS DERAM APOIO À IDÉIA

As gravadoras se uniram ao movimento, e 3 álbuns historicos foram lançados pela RCA, EMI e Rozemblit. Depois de um certo tempo, o movimento terminou devido a disputas internas. Mas foi um importante momento da musica brasileira.



Letristas


Carlinhos Lyra
Carlinhos Lyra, um dos maiores nomes da Bossa Nova, gravou 3 álbuns com arranjos de Hugo Bellard. Em dois deles Hugo foi o produtor. Carlinhos Lyra gravou também uma musica de Hugo Bellard.

Marcos Valle
Marcos Vale, autor de "Samba de Verão", também já recebeu arranjo de Hugo Bellard em musicas e jingles seus.

Ivan Lins
Ivan Lins teve Hugo Bellard como tecladista em discos e shows em sua grande fase de sucesso.

Jorge Ben Jor
Jorge Ben (Jorge Ben Jor) já teve Hugo Bellard como arranjador em seus discos.
O album "Táboa das Esmeraldas, com arranjos de Hugo Bellard, foi considerado pela revista inglêsa Rolling Stones, como um dos 6 melhores albuns gravados no Brasil em todos os tempos.

Leny Andrade
A grande cantora brasileira Leny Andrade, conhecida internacionalmente, teve músicas arranjadas por Hugo Bellard. O show Gemini V 2, com Leny e Peri Ribeiro, teve arranjos e Direção Musical de Hugo Bellard.



Elizangela
A atriz Elizangela gravou a música mais vendida em compacto simples de todos os tempos na historia do disco no Brasil: "Pertinho de Você", de Hugo Bellard, que poderá também ser seu parceiro, ou produtor.
Veja o video, saiba a historia da música que vendeu mais de 1 milhão de discos aqui.

Grave com arranjos de Hugo Bellard (amadores ou profissionais)


MAPA MUSIKCITY

  • Rádios ao vivo online do Brasil
  • Divulgação Musical para Gravadoras
  • Parceria com Letristas
  • Parada de Sucessos Top 50
  • Arranjos e Gravação
  • Registro de Música e Letra

 

-